LOCALIZAÇÃO

R. Tutóia, 1125 - Paraíso
04007-005 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3884-4644
Tel.: (11) 3884-4695

ATENDIMENTO

Segunda a Sexta:
das 7h30 às 19h30

Sábados:
das 8h30 às 13h30
das 14h30 às 18h00

Domingos e feriados:
das 8h30 às 13h
das 16h às 19h30

Considere Aquele que tem a maior consideração por você

Faz um bem imenso quando recebemos apreciações positivas e construtivas das pessoas do nosso círculo de amizade ou daquelas que nem conhecemos e que nos conhecem pelas nossas ações. Estas apreciações são verdadeiros estímulos para alcançarmos cada vez mais o equilíbrio em todas as formas de relacionamento humano e no domínio das tempestades emocionais. Além das motivações externas, é preciso cultivar uma disposição interior e alimentar bons hábitos para adquirir sabedoria de vida e abraçar aquela virtude da qual somos tão carente: a maturidade humana e cristã.

Certa vez ouvi uma frase de um grande amigo: “padre! é preciso aprender a conquistar as pessoas!” Isto é uma lição difícil, mas não impossível. Esta conquista acontece quando dissolvemos o individualismo, o isolamento, o personalismo, a indiferença e a não percepção do outro. Despertemo-nos para levar na bagagem do coração a compreensão, a paciência e a capacidade de saber ouvir para conquistar quem precisa ser conquistado.

Usemos a criatividade, tendo como exemplo a professora Marilda que na sua juventude ensinava aos seus alunos (crianças) sobre fração matemática, levando um tabuleiro de bolo para a classe. Todas as crianças aprendiam sem querer e com gosto. Quando ela ia usar esta dinâmica dizia um dia antes para os seus alunos não levarem merenda. É um belo exemplo!

A palavra traz uma orientação de como devemos agir em qualquer situação: “Vós, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, revesti-vos de sentimentos de carinhosa compaixão, bondade, humildade, mansidão, paciência; suportai-vos mutuamente, sempre que alguém tiver motivo de queixa contra o outro. Como o Senhor vos perdoou, fazei assim também vós. Mas acima de tudo isto, está a caridade, que é vinculo de perfeição” (Colossenses 3,12-14).  Seguindo a palavra de Deus é impossível errar o caminho e ela nos potencializa para construir sólidas e verdadeiras amizades. “Quem encontrou um amigo encontrou um tesouro”.

Os erros que cometemos no desenrolar da nossa existência não são estranhos a Deus, pois Ele nos conhece profundamente e nos convida a sairmos deles; a alargarmos a nossa consciência para não permanecermos encalhados nas estreitezas do desamor, do egoísmo, do comodismo e de não querermos construir um mundo melhor. Deus ama as suas criaturas e quer ser amado por elas e a maior prova deste amor foi ter enviado seu filho, Jesus Cristo, para salvar a humanidade e introduzi-la no mistério de Deus. Não estamos perdidos, porque Jesus Cristo é o lugar de encontro entre Deus e o homem e assim somos revestidos de dignidade e honradez. Ele é o nosso Caminho, a nossa Verdade e a nossa Vida (Jo 14, 6).

Não existem palavras que esgotem o sentido da missão de Jesus Cristo. Ele passou pela terra fazendo o bem e curando a todos. Foi uma missão maravilhosa que recebeu do Pai, e na força do Espírito Santo ela se prolonga na história quando diz: “Como o Pai me enviou também eu vos envio. Então soprou sobre eles e falou: Recebei o Espírito Santo” (Jo 20,21-22).

Tenhamos pelo menos um pouco de consideração por Aquele que nos considera infinitamente e nos abraça com a Sua ternura: o nosso Deus. Nós precisamos Dele, mas Ele também precisa de nós. Não tenhamos medo de fazer as vezes de Jesus Cristo e torná-lo mais conhecido e amado. “Ao nos sentirmos amados e transformados no encontro com Deus, também nos sentimos escolhidos e enviados para uma missão. Não é possível que Deus nos chame e nos envie, e não nos mostre o caminho nem nos acompanhe” (Benjamin Gonzáles Buelta, SJ - Orar em um mundo fragmentado, pg. 108 – Edições Loyola).

Ele precisa das nossas mãos e da nossa voz para que o Evangelho e a Santidade de Deus cheguem a todos os setores da sociedade: família, economia, trabalho, política, cultura, educação, saúde, repartições públicas... Um Deus que conta com a mediação humana revela a Sua grandeza porque faz de nós instrumentos do seu amor e herdeiros do Seu Reino. Sejamos discípulos e missionários no cotidiano da vida e nunca digamos “não” para Aquele que sempre nos diz “sim”.

Despeço-me de você recordando-lhe a riqueza de lições e ensinamentos do Documento de Aparecida: “Conhecer a Jesus Cristo pela fé é nossa alegria; segui-lo é uma graça, e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que o Senhor nos confiou ao nos chamar e nos escolher. Com os olhos iluminados pela luz de Jesus Cristo, podemos e queremos contemplar o mundo e a história”.

Retornar

 
 

Paróquia do Santíssimo Sacramento
www.osantissimo.org | Todos os direitos reservados.
O conteúdo deste site é de propriedade e uso exclusivo da Paróquia do Santíssimo Sacramento, proibida sua reprodução ou utilização total ou parcial a qualquer título, sob as penas da lei.