LOCALIZAÇÃO

R. Tutóia, 1125 - Paraíso
04007-005 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3884-4644
Tel.: (11) 3884-4695

ATENDIMENTO

Segunda a Sexta:
das 7h30 às 19h30

Sábados:
das 8h30 às 13h30
das 14h30 às 18h00

Domingos e feriados:
das 8h30 às 13h
das 16h às 19h30

“Orar sempre, sem desfalecer ((Lc 18, 1),)”
O mês de outubro traz imediatamente à nossa lembrança duas festas preciosas: Nossa Senhora do Rosário (07) e Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil (12) que nos remetem à oração e, de modo especial, à oração do Santo Rosário que, como destaca o Papa João Paulo II em sua Carta Apostólica Rosarium Virginis Marie, na sua simplicidade e profundidade, permanece uma oração de grande significado e destinada a produzir frutos de santidade. Um breve trecho dessa Carta Apostólica nos ajuda a refletir...

O Rosário, ainda que caracterizado pela sua fisionomia mariana, no seu âmago é oração cristológica. Com ele, o povo cristão freqüenta a escola de Maria, para deixar-se introduzir na contemplação da beleza do rosto de Cristo e na experiência da profundidade do seu amor. Mediante o Rosário, aquele que crê alcança a graça em abundância, como se a recebesse das próprias mãos da Mãe do Redentor. 

O Rosário e a Família Cristã

A urgência de empenho para a prática do Rosário surge de uma realidade crítica da nossa época, a da família, célula da sociedade, cada vez mais ameaçada por forças desagregadoras que fazem temer pelo futuro desta instituição fundamental e imprescindível e, conseqüentemente, pela sorte da sociedade inteira. O relançamento do Rosário nas famílias cristãs, no âmbito de uma pastoral mais ampla da família, propõe-se como ajuda eficaz para conter os efeitos devastadores desta crise da nossa época.

O Rosário foi desde sempre oração da família e pela família. Outrora, esta oração era particularmente amada pelas famílias cristãs e favorecia certamente a sua união. É preciso não deixar perder esta preciosa herança. Importa voltar a rezar em família e pelas famílias, servindo-se desta forma de oração.

A família que reza unida, permanece unida. Os seus diversos membros, ao fixarem o olhar em Jesus, recuperam também a capacidade de se olharem sempre de novo olhos nos olhos para comunicarem, solidarizarem-se, perdoarem-se mutuamente, recomeçarem com um pacto de amor renovado pelo Espírito de Deus.

A Família Cristã Contemporânea alicerçada pelo Santo Rosário

Muitos problemas das famílias contemporâneas, sobretudo nas sociedades economicamente evoluídas, derivam do fato de ser cada vez mais difícil comunicar-se. Não conseguem estar juntos, e os raros momentos para isso acabam, infelizmente, absorvidos pelas imagens de uma televisão. Retomar a recitação do Rosário em família significa inserir na vida diária imagens bem diferentes - as do mistério que salva: a imagem do Redentor, a imagem de sua Mãe Santíssima. A família que reza unida o Rosário reproduz em certa medida o clima da casa de Nazaré: põe-se Jesus no centro, partilham-se com Ele alegrias e sofrimentos, colocam-se, nas suas mãos, necessidades e projetos, e d'Ele se recebe a esperança e a força para o caminho. 

 

(Texto extraído da Carta Apostólica Rosarium Virginis Marie de João Paulo II).

Retornar

 
 

Paróquia do Santíssimo Sacramento
www.osantissimo.org | Todos os direitos reservados.
O conteúdo deste site é de propriedade e uso exclusivo da Paróquia do Santíssimo Sacramento, proibida sua reprodução ou utilização total ou parcial a qualquer título, sob as penas da lei.