LOCALIZAÇÃO

R. Tutóia, 1125 - Paraíso
04007-005 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3884-4644
Tel.: (11) 3884-4695

ATENDIMENTO

Segunda a Sexta:
das 7h30 às 19h30

Sábados:
das 8h30 às 13h30
das 14h30 às 18h00

Domingos e feriados:
das 8h30 às 13h
das 16h às 19h30

No entardecer da vida
“Um belo dia Deus nos escolheu antes da fundação do mundo e com ternura e delicadeza nos criou segundo a sua imagem e semelhança e revestiu-nos de sua beleza, fazendo-nos parte de sua existência...”

O mês de novembro nos traz recordações belíssimas que não saem do nosso coração: a festa de “Todos os Santos” e o dia de “Finados”. Somos imensamente privilegiados porque pela fé e pela oração recordamos e entramos em comunhão com aqueles que nos precedem na eternidade: os santos e os nossos entes queridos.

Não podemos ter uma compreensão distorcida da vida dos santos. Às vezes os tiramos do quadro da vida humana, pensando que tudo foi fácil e sem dificuldades para eles. Dentro do seu tempo eles conviveram com as inquietações, angústias e inúmeros desafios como os que enfrentamos no dia a dia e, no entanto, não deixaram de viver o seu ideal de vida: tornar presente o amor de Deus em todos os ambientes, humanizando-os nos laços da fraternidade, e, socorrendo os últimos dos últimos – os mais necessitados.

Os Santos foram alcançados pela graça divina e, na experiência que fizeram do amor de Deus, deixaram um passado de vida e relativizaram tudo por causa de um Bem Maior e essencial: Jesus Cristo. E assim acolheram a exigência radical do ensinamento de Jesus: “Se alguém quer vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz a cada dia, e siga-me. Pois aquele que quiser salvar a sua vida vai perdê-la, mas o que perder a sua vida por causa de mim, esse a salvará” (Lc 9,23-25).

Estes homens e mulheres corajosos orientaram suas vidas a partir de uma única fonte: a pessoa de Jesus Cristo, sabendo que Ele é o Santo por excelência, pois tem a plenitude do amor de Deus e a unção do Espírito para inaugurar o Reino de Deus (Lc 4,18-20). Os Santos perceberam que a mensagem de Jesus vinha precedida pelo exemplo antes de ser anunciada, e, o texto, considerado um clássico e o mais belo de todos os tempos, é o retrato mais perfeito da vida de Jesus: as bem-aventuranças (Mt 5,1-12). Não vou discorrer sobre elas porque as palavras são pobres e não esgotam a sua riqueza de significados. Vale a pena provar delas com o coração e com a vida, pois a vivência das bem-aventuranças não deve ser privilégio só de Jesus e dos santos, mas deve ser patrimônio de todos os cristãos e pessoas de boa vontade com disposição interior para acolhê-las como dádiva de Deus. E, acolhendo-as significa que o Céu chegou a nós e passamos a viver por Jesus e Ele em nós para construir um mundo fraterno e mais humano.

Um belo dia Deus nos escolheu antes da fundação do mundo (Efésios 1,3-6) e com ternura e delicadeza nos criou segundo a sua imagem e semelhança e revestiu-nos de sua beleza, fazendo-nos parte de sua existência: “como a argila na mão do oleiro, assim sereis vós na minha mão” (Jeremias 18,6b). A partir deste momento entramos na existência de Deus e pertencemos a Ele. O ar que respiramos e a vida que palpita em nós não dependem do domínio humano, mas da bondade de Deus. Somos apenas administradores da existência que Deus nos concedeu e um dia chegará para todos o entardecer da vida que poderá ser traduzido como o retorno para aquelas mesmas Mãos que um dia nos moldou. E o que levaremos deste mundo? Somente o que tivermos plantado e que seja o que Jesus nos pediu – “Este é o meu preceito: amai-vos uns aos outros com eu vos amei” (Jo 15, 12).

Recordemos com carinho os nossos familiares e amigos que partiram para a Casa do Pai. Ao pensar e rezar por eles, oferecemos a mesma dignidade e admiração da convivência de outrora, e Deus, na sua infinita misericórdia, acolhe este gesto humano em favor de nossos entes queridos, dando-lhes o sabor do Céu e da vida eterna. Assim suavizamos a tristeza e a saudade porque a vida possui um sentido maior do que a morte.

Despeço-me de você invocando a proteção de Deus para você e seus familiares com a força que brota do salmo 120 – “O Senhor te guardará de todo o mal, ele mesmo vai cuidar de tua vida! Deus te guarda na partida e na chegada. Ele te guarda desde agora e para sempre”!

 

Pe. Aparecido

Retornar

 
 

Paróquia do Santíssimo Sacramento
www.osantissimo.org | Todos os direitos reservados.
O conteúdo deste site é de propriedade e uso exclusivo da Paróquia do Santíssimo Sacramento, proibida sua reprodução ou utilização total ou parcial a qualquer título, sob as penas da lei.